sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Como abrir uma braçadeira de plástico

O procedimento padrão é cortar com uma tesoura ou quebrar à força, mas se é a sua última braçadeira e você precisa reutilizar ela, é possível abrir conforme mostrado no gif:






Dependento da marca e da qualidade, além do tamanho da sua unha, isso pode ser mais difícil. Nesses casos um alfinete também pode ajudar.

Pra quem precisa de som acompanhando o gif ou só gosta de ouvir o barulho que isso faz quando puxado, pode ver o vídeo completo aqui.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Como capturar ratos

       Se tem ratos invadindo sua casa, roubando sua comida, roendo seus móveis e cagando no seu tapete, você provavelmente já tentou pegar eles com ratoeiras e eles foram espertos demais pra isso. Ratoeiras são ineficientes na maioria dos casos, e você pode estar só colocando comida pra eles de graça.
      Pra solucionar esse problema, redditors postaram algumas semanas atrás duas técnicas pra efetivamente capturar ratos. A primeira, que é de prática ilegal na Noruega, consiste de um balde alto [tem que ser alto porque ratos pulam e liso pra não conseguirem escalar], uma vareta atravessando uma garrafa que possa girar livremente, uma rampa pro rato chegar até a garrafa e um pouco de pasta de amendoim. A montagem e funcionamento fica clara no gif a seguir:





      A segunda técnica não é automatizada, então se você pretende pegar vários ratos, você precisa montar ela de novo a cada rato que pegar. Consiste em deixar um tubo de papelão, uma tábua de madeira, ou qualquer outro suporte largo o suficiente pro rato andar em cima e longo o suficiente pra ficar com uma boa parte pra fora da mesa onde for apoiado. Assim como na armadilha automática, essa também precisa de pasta de amendoim na ponta pra atrair o rato até a ponta, pra que o tubo se desequilibre e caia dentro do balde com o rato junto.



       Tente matar ou colocar pra fora os ratos o quanto antes, porque se começar a acumular ratos e eles ficarem com fome, eles vão comer uns aos outros, e isso é cruel. Algumas pessoas também enchem o balde de água pra matar os ratos afogados, mas eles podem passar horas nadando até a exaustão antes de morrer, e isso também é cruel. Lembre que ratos também tem cérebros complexos o suficiente pra sentir emoções e que não merecem qualquer tipo de tortura, então encontre algum jeito de matar eles sem causar muito sofrimento.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Como pousar um avião

     O primeiro tutorial do ano foi enviado pelo Harden da Exilados do Orkut e ensina algo vital para a sua sobrevivência. O conteúdo foi kibado integralmente do Gizmodo, que como todos sabem também kibou de algum outro lugar, e assim funciona o buzzfeed brasileiro.


O que fazer se o piloto desmaiar e você tiver que pousar o avião


      Então… o piloto desmaiou. A boa notícia é que seu avião provavelmente tem um piloto automático sofisticado o bastante para voar sem sua ajuda. A má notícia é que você vai ter que pousar essa desgraça. Tendo em mente que cada cabine de comando é diferente, é certo dizer que você não saberá onde achar os botões de que você precisa.
      Vamos usar como exemplo um avião conhecido: o Boeing 737. A primeira coisa a se fazer é colocar o headset do piloto e encontrar os controles do sistema de comunicação. Eles são assim:


      Note que existem três deles: um para o piloto, um para o copiloto, e um para uma terceira pessoa. O controle do piloto é o mais próximo a você. Certifique-se de que o VHF-1 esteja selecionado no mostrador de MIC SELECTOR. Caso contrário, você vai acabar falando com seus passageiros — e é bem provável que eles não possam te ajudar.
      É provável que qualquer frequência que você usar funcione, então você só precisa apertar o botão e informar sua situação para a central de controle de tráfego aéreo.

      O botão está identificado aqui como “microphone intercomm switch”.
      A central de controle orientará você a alterar a direção e altitude do voo. Esses dados podem ser inseridos no painel de piloto automático (MCP), localizado no topo do painel de controle, perto do painel anti-brilho:



      Em primeiro lugar, certifique-se de que o piloto automático esteja acionado, verificando se a luz do botão CMD A ou CMD B está acesa. Se elas estiverem apagadas, aperte uma das duas. Para mudar a direção da proa da aeronave, gire o controle HDG e aperte o botão HDG SEL para ativar o modo “selecionar direção”.
      Para aumentar ou diminuir a altitude, gire o controle até atingir o valor desejado no campo ALTITUDE, e selecione o botão LVL CHG para colocar a “mudança de altitude” no modo vertical. Quando a aeronave alcançar essa altitude, ela acionará automaticamente o modo ALT HOLD (manter altitude).
      A central de controle irá aconselhar você a desacelerar o avião antes da aterrissagem. Para controlar a velocidade, selecione o modo SPEED, insira a velocidade desejada (em nós) e verifique se o A/T ARM (o controle automático de velocidade) está ligado. Se o controle de velocidade não desacelerar a aeronave (o que pode acontecer se ela estiver, por exemplo, em uma descida), você pode ajudar usando os freios manuais. Quando essa alavanca é puxada…



…os freios entram em ação e desaceleram o avião de forma aerodinâmica.
      Se você conseguir controlar a altitude, a direção e a velocidade do avião, você poderá entrar com segurança em uma pista de pouso adequada, a uma velocidade segura de aproximadamente 250 nós e com a altitude recomendada para um pouso suave.



      É aí que vem a parte mais difícil: o pouso. A velocidade de aproximação ideal para um 737 é de 140 nós, com flaps a 30º — no entanto, esse número pode variar, dependendo do peso do avião e das condições climáticas. Mesmo assim, cento e quarenta nós é uma boa velocidade. No entanto, o 737 não atinge os 140 nós com os flaps levantados, então você precisa abaixar os flaps progressivamente durante a desaceleração da aeronave. É possível mudar a posição dos flaps movendo essa alavanca:



      Como você pode ver, a alavanca tem marcações que vão do 0º ao 40º. Para saber qual posição dos flaps corresponde à sua velocidade, cheque a tabela abaixo da alavanca de pouso:


      Conforme seu avião atinge a velocidade de pouso (chamada VREF), abaixe os flaps até a posição de 30º (ou 40º — a central de controle provavelmente vai achar um piloto profissional para te dar instruções, e ele/ela vai te indicar a posição de flap ideal).
      Essa também é a hora de baixar o trem de pouso. Lembre-se de checar o painel e não baixá-lo até você estar em uma velocidade segura. Empurre a alavanca até as três luzinhas verdes se acenderem, depois puxe-a até o ponto morto.
      Tudo certo. Quando você conseguir ver a pista de pouso, e se sua aeronave estiver pronta e com a velocidade controlada, é hora de desligar o piloto automático. Aperte o botão de desativação do piloto automático e tome as rédeas da situação. Esse ato irá ativar um alarme, que pode ser silenciado com esse botão:


      Você pode desativar o controle de velocidade automático, já que você terá que manter a velocidade de 140 nós até o pouso.
      Faça ajustes suaves para corrigir a orientação vertical. Mantenha-se alinhado com a pista de pouso.
      Localize as luzes PAPI da pista de pouso, essas coisinhas aqui:


      Duas luzes brancas e duas vermelhas significam que tudo está certo. Três ou quatro luzes brancas significam que o avião está com uma altitude elevada, e que você deve descer e corrigir a orientação vertical da aeronave. Três ou quatro luzes vermelhas significam que você tem pouca altitude e deve subir.
      Mantenha uma boa orientação vertical até entrar na pista de pouso. Quando isso acontecer, faça o seguinte:
  • desative o controle de velocidade, apertando o botão “A/T Disengage”;
  • retraia os aceleradores para sua posição original;
  • levante a aeronave lentamente, de forma que ela toque o solo com suas rodas traseiras;
  • ative os freios e o reversor de empuxo completamente, puxando as duas alavancas na parte de trás (imagem acima).
      Quando a sua velocidade ficar abaixo dos 80 nós, desative seu reversor de empuxo e comece a frear manualmente. Para isso, pise nos dois pedais. A velocidade vai aparecer em um display bem na sua frente.       Ela é o número na esquerda (210 nós na foto abaixo).



       Use o freio manual para parar o avião completamente. Desligue o motor, movendo os interruptores de combustível para a posição “desligados”.


       A desativação do motor irá acionar vários alarmes, mas tudo bem. Você acabou de permitir que a equipe de emergência suba no avião e controle a situação. Pegue uma cerveja do serviço de bordo e curta a descida pelo escorregador de emergência.