domingo, 30 de setembro de 2012

Como arrumar: Band-aid natural

Uma dica para você que tem o costume de se cortar sempre e nunca tem band-aids por perto, ou caso tenha, mas esteja com preguiça de pegar.

Sempre tenha ovos na sua geladeira!

Agora você me pergunta:
Mas Rob, como você faz para deixar seus cabelos tão sedosos e brilhantes?
Esse não é o objetivo desse tutorial, mas obrigado pela pergunta.

E eu lhe digo mais: A membrana do ovo, que fica entre a casca e a gema+clara, tem um efeito coagulante/selador. Você deve retirá-la do ovo e colocá-la sobre a superfície machucada, mantendo pressionada. A membrana irá se endurecer e manter o corte fechado até que você possa chegar à algum hospital para passar alguns pontos (em casos mais graves, claro).

Essa membrana aqui.

Natureza: 1
Band-aids: 0

De nada.

Como fazer Yakisoba

Poucas pessoas reconhecerão o quão épico é esse vídeo. Mas mesmo aquelas que não reconhecerem, podem aprender a fazer yakisoba ouvindo ele. Apreciem:


Vamos almoçaaaaa (aaa) aaaaa aaaaaaaar

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Escrevendo muito sem doer a mão!

Olá olá a todos, espero que o tutorial a baixo sirva de algo, principalmente nessas épocas do ano cheias de vestibulares malditos, e que essas dicas deem uma aliviada às nossas tendinites! amém.

Por algum motivo esse tutorial é completamente contra a ideia do blog, ele é útil e meio comprido... maaaas de qualquer forma

Vamos lá:

1- Escolha uma caneta que se ajeite confortavelmente na sua mão. Em geral, as canetas de diâmetro mais largo e corpo texturizado são mais confortáveis.



2- Experimente a caneta antes de comprá-la.

               

Procure por uma loja que venda canetas avulsas. Dessa forma, você pode facilmente experimentar vários tipos de caneta.
Certifique-se de que a caneta tenha uma escrita perfeita, sem falhar ou arrastar a tinta deixando seu texto todo borrado.


3- Segure a caneta de leve. Não aperte os dedos em volta da caneta. Você vai usá-la para escrever e não estrangulá-la.



4- Não force a caneta sobre o papel. Com uma boa caneta, você não precisa fazer muita pressão ao escrever, simplesmente, coloque-a de leve e uniformemente sobre o papel. Se você preferir usar um lápis, escolha um de grafite macio.



5- Escreva usando o seu braço e não os seus dedos. Escrever não é o mesmo que desenhar! Mantenha sua mão e pulso relaxados e use o seu cotovelo e seu ombro como se você estivesse escrevendo num quadro negro.




6- Preste atenção à posição da sua mão. Você, provavelmente, nunca prestou atenção ao jeito de segurar a caneta, pois faça-o agora.




7- Mantenha uma boa postura. Se você se debruçar sobre a sua mesa, a sua nuca, seus ombros e braços ficarão cansados com muito mais rapidez. Quando estiver escrevendo por muitas horas, varie sua postura. Mude sua posição na cadeira e relaxe suas costas por alguns minutos.



8- Faça algumas pausas. A menos que seja um trabalho urgente e você não tenha outra opção além de escrever ininterruptamente, faça uma pausa a cada 40-60 minutos. Ande um pouco durante alguns minutos e relaxe suas mãos, seus braços e pulsos durante essa pausa.


9- Deixe a caneta sobre a mesa quando você não estiver escrevendo. Sempre que você não estiver escrevendo, deixe a caneta de lado, recline-se na cadeira e relaxe os dedos.


10- Exercite a mão que você usa para escrever. Segure a caneta (ou lápis) e move-a entre os seus dedos; abra e feche sua mão, depois, estique os seus dedos e pulso gentilmente.




11- Limite o total de tempo que você usa para escrever. Se estiver escrevendo por um longo tempo, pare e deixe o resto para mais tarde ou para o dia seguinte.



12- Divida o tempo que você dispõe para escrever em curtas sessões. Se você tiver muita coisa para escrever, tente fazê-lo em curtos períodos de tempo ao invés de usar apenas um único e longo período.



13- Se você for digitar, então, faça da forma correta.



Mantenha seus pulsos em uma posição neutra. Enquanto digita, não dobre seus pulsos, especialmente para baixo.
Use uma bandeja para teclado a fim de ajustar a posição do mesmo.
Certifique-se de que seu corpo e seus braços estejam em uma posição neutra.
Não aperte as teclas com força. Ao contrário das máquinas de escrever, computadores funcionam melhor quando você usa um toque leve, o que irá forçar menos as suas mãos.

14- Faça algo diferente no dia seguinte. Se um trabalho escolar, um projeto de trabalho ou qualquer outra coisa importante manteve você escrevendo exaustivamente, tente fazer os exercícios mencionados acima ou use uma bola anti-estresse, elas são ótimas para evitar lesões causadas por movimentos repetitivos.




15- Consulte o seu médico se você sentir dores constantes e/ou excessivas quando estiver escrevendo. Se depois de tentar os exercícios e todas as dicas você ainda sentir muita dor, não deixe de consultar o seu médico e explicar a situação. Ele poderá recomendar um tratamento adequado. Se escrever estiver relacionado com a sua profissão, o seu médico poderá também indicar acomodações que sejam mais adequadas.



Espaço de trabalho adequado ao seu tamanho (como mesa e cadeira com altura certa).
Uma escolha melhor de material para escrita
Pausas regulares
Mais tempo para terminar trabalhos longos de escrita
Uma variedade maior entre trabalhos de escrita e outros tipos de trabalho
Uma avaliação de um especialista que possa sugerir materiais ergonômicos.



Este tutorial foi integralmente usurpado do WikiHow.









Coisas legais pra você fazer com seu microondas!

Pula pro "1:30 por que antes disso o cara fica descascando uma uva[?]




E pode ter certeza que vou fazer isso com um CD, fica muito psicodélico.




quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Como dizer Olá em 30 línguas diferentes

Você, que é uma importante pessoa de negócios representante de alguma multinacional, ou que vive viajando pelo mundo, ou que só quer aprender mesmo línguas novas, este post é de extrema importância para se iniciar uma boa conversa com qualquer pessoa do mundo, aprendam!


Ou não.

domingo, 23 de setembro de 2012

Como deixar seus dados viciados!

Olá galerinha ávida por conhecimento inútil!

Eu sou o Rob, novo estagiário [?] daqui e estarei publicando não só tutoriais inúteis, mas também informações vitais para a sobrevivência da raça humana! Como por exemplo esse tutorial que vou postar agora.

Como deixar seus dados viciados!

Primeiro de tudo, você vai precisar:

- Ter dado em casa (hmmm)
- Um forno
- Uma bandeja de metal


Funciona da seguinte forma:

Você coloca os dados na bandeja de metal com os números que você quer tirar virados para cima (por exemplo, quero que dê sempre 7, então coloco um com 5 e outro com 2 virados para cima)
Coloque a bandeja no forno à 250ºF, que são mais ou menos 121ºC, por 10 minutos (dependendo do material do dado é necessário um pouco mais ou menos tempo, vá fazendo testes).
Feito isso, tire a bandeja com cuidado, porque né.. Bandeja de metal fucking quente.. E espere esfriar.
Ta-daa! Seu dado viciado já está pronto para ser rolado!

Por que diabos isso acontece?
Com o calor, o núcleo do dado, que normalmente é de plástico, derrete, tornando a parte de baixo mais pesada. Sendo assim, sempre ficará virada para baixo! SCIENCE!

Fiquem com o vídeo, caso haja dúvidas!


Obs: Use os dados por sua própria conta e risco! Não me responsabilizo se você ficar podre de rico em Las Vegas!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Como pegar um canguru

Esse é o tipo de conhecimento extremamente fundamental para a vida moderna, não sei como eu vivi tanto tempo sem saber isso. Obrigada, velho ermitão, por mais um tutorial que mudou minha vida.



Ensinando rapidamente [em apenas 32 segundos] algo inútil. É disso que o PERAI é feito. 
Contribuam com o Projeto enviando seus próprios tutorais, vocês sabem como.

sábado, 15 de setembro de 2012

Como não lavar louça

No meu perdido caminho de estudante morando longe dos pais, tive que aprender a lidar com a difícil tarefa de lavar a louça, o que por si só já é uma merda, mas se torna ainda pior quando a água da torneira está quase atingindo o ponto de congelamento e você não tem o luxo da água aquecida em casa. Se torna ainda mais desgradável quando você tem síndrome de Raynaud e qualquer exposição à temperaturas muito baixas faz o sangue parar de chegar nos dedos e suas mãos passarem por uma EQM bastante desagradável. Tentando contornar essa série de inconvenientes, todo bom sobrevivencialista estudante aprende a usar cada vez menos louça, desenvolvendo hábitos como comer o miojo direto da panela pra evitar sujar prato e assim ter menos coisa pra lavar depois.

Mas como em alguns casos o uso do prato ainda se faz necessário, medidas críticas precisam ser tomadas.


Imagem kibada de algum lugar da internet que eu não lembro onde. 


Assim que as aulas voltarem [não que eu ainda acredite que voltem esse ano, depois de quatro meses de greve e de nem lembrar mais que matérias estava tendo antes da paralização dos professores] eu vou colocar essa técnica em prática pra perder menos tempo lavando louça e assim ter mais tempo para estudar jogar LoL e assistir vídeos de gatos no youtube.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Como mexer as orelhas

Boa madrugada, caros leitores de tags! Provavelmente nenhum de vocês se lembra, mas em algum post nos últimos meses eu postei aleatoriamente algo como "seria legal se humanos se expressassem pelas orelhas, pessoas tristes ficariam com as orelhas murchas e pessoas paranóicas ficariam com as orelhas sempre de pé e se movendo", ou qualquer merda do tipo, não lembro as palavras que usei, mas a idéia era essa.

Esses dias lendo instruções de leitura e interpretação de códigos aeronáuticos [porque como vocês podem notar, meus dias são muito produtivos e cheios de informação útil ao meu dia-a-dia], me deparei em "leia também" uma página do wikihow sobre como mexer as orelhas. E, cara, eu tinha que trazer isso pra vocês.

Descaradamente copiado do Wikihow, aprendam a mexer as orelhas:




Todos nós temos músculos que movem as orelhas. O senso comum é de que a habilidade de mover as orelhas é genética; algumas pessoas têm, outras não. A maioria de nós não consegue mover as orelhas de forma voluntária, mesmo tendo o gene para tal. Assim como os animais conseguem mover as orelhas, os humanos também podem, e aqui está como aprender.


Seus músculos auriculares.




Saiba o que procurar. Seus músculos auriculares são aqueles atrás das orelhas. Eles movem suas orelhas para cima e para trás quando você os flexiona. Especificamente, eles são o auricular superior e o auricular posterior. Se você não conseguir aprender a mover as orelhas, ao menos você pode impressionar seus amigos com seu conhecimento de anatomia.
Tente flexionar estes músculos. Como você nunca os usou antes, precisará tentar ensinar ao seu cérebro quais músculos são e como fazer para controlá-los.


Tente colocar um dedo logo atrás da orelha.
Olhe em um espelho ou sinta suas orelhas enquanto tenta mover seus músculos auriculares. Pode parecer estranho de início, e o movimento é bem sutil. Aprender a mover as orelhas pode ser uma questão de reconhecer algo que você já faz (sutil e involuntáriamente), e um espelho irá lhe ajudar a ver se está fazendo corretamente. Coloque um dedo no local indicado na figura e isto irá ajudar a focalizar nos músculos certos.
Você pode passar um longo tempo movendo as sobrancelhas ou abrindo e fechando a boca. Tudo bem. Várias passoas movem as orelhas sem querer quando levantam a sobrancelha. Assim como é difícil mover o dedo anular sem o mindinho ir junto, os músculos auriculares operam junto com outros músculos próximos.


Aprenda com o seu gato.
Tente fazer cara de surpreso ou interessado, com a boca aberta e as sobrancelhas levantadas. Assim como os animais levantam as orelhas quando querem ficar alertas, você pode acabar fazendo o mesmo, sem nem perceber.
Se a sua cabeça se mover, especialmente quando mover as sobrancelhas, tente fazer mais, e veja suas orelhas. Você está no caminho certo.

Tente isolar seus músculos auriculares.
Você pode ser capaz de mover as orelhas, mas não vai impressionar ninguém se tiver que mover as sobrancelhas ou parecer surpreso cada vez que o fizer. Você pode não ser capaz de mover as orelhas sem mover o couro cabeludo, mas você deve ser capaz de conseguir sem mover as sobrancelhas. Pratique mover as orelhas sem mover outras partes do rosto.


Pratique.
Mesmo após identificar seus músculos auriculares, suas orelhas não se moverão muito, especialmente no início. Você possivelmente passou sua vida toda sem usá-los, então eles estão fora de forma. Pratique regularmente, e seus movimentos de orelha ficarão mais fortes e visíveis.



Observações:

- Aproximadamente o dobro de homens conseguem mover as orelhas que mulheres.
- Tente mover uma orelha só de cada vez. Isto é mais difícil, pois requer isolar mais os músculos.
- Quando estiver treinando no espelho, veja se as suas orelhas se movem quando você sorri ou quando você aperta os dentes. Algumas vezes as orelhas de uma pessoa movem-se quando ela sorri. Pode ser um bom ponto de partida para começar a isolar estes músculos.
- Algumas pessoas podem encarar este processo como difícil ou estranho. Se não funcionar para você, não se preocupe. Mover as orelhas não é uma habilidade valiosa.
- Pratique sozinho. Você certamente vai passar um bom tempo com caras engraçadas antes de conseguir fazer direito.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Fazendo uma forca!

O pessoal do PERAI não se responsabiliza pelas suas merdas (apenas pelas nossas próprias merdas).

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

sábado, 1 de setembro de 2012

Como fazer jacaré de miçanga

Pode ser difícil de acreditar, mas eu já trabalhei com isso. Deu mais prejuízo do que lucro, mas enfim. Aí vai uma explicação pra quem quer saber fazer.



Você vai precisar de:

- Linha de pesca. Eu acho a 0.30 a melhor, mas você que sabe. Mais grossa do que isso pode ser mais difícil de passar várias vezes por dentro de cada miçanga, se você escolher miçangas pequenas e/ou com furos pequenos, e mais fina vai arrebentar fácil e todo o trabalho vai voar na sua cara/no chão/etc. 

- Miçangas de pelo menos duas cores

- Aro pra chaveiro [desse que já vem com a correntinha, mas se não vier você pode fazer o rabo do jacaré mais comprido pra usar como corrente mesmo.


Existem dezenas de modelos por aí, e esse é o mais bonito, então vou tentar escrever um tutorial dele do jeito que sei ao invés de pegar um diagrama pronto no google imagens de algum modelo feio. Vamos aos passos:


1 - Corte um pedaço de fio de pesca de uns dois metros, no máximo. É melhor que sobre do que que falte, mesmo que você se atrapalhe com o tamanho no começo

2 - Escolha a cor das costas dele. A cor da parte de cima sempre deve ser a cor a ser colocada primeiro na linha. Digamos que você escolheu verde em cima e marrom embaixo, vamos colocar uma legenda aqui, marrom = e e verde = o, então comece assim:


oo
ee
ooo
eee
oooo
eeee
oeoeo
eeeee
oooooo
eeeeee
ooooooo
eeeeeee
oooo

Aqui chegou no pescoço dele. Essa é a ordem das primeiras filas de miçanga, você pode reparar que tem dois marrons entre os verdes, isso são os olhos dele. Ok, o que eu não expliquei ainda é como prender isso tudo. As duas primeiras você simplesmente coloca no fio de pesca que você cortou e deixa elas duas bem no meio do fio. Nas duas seguintes é onde começa o trançado mesmo. Você passa duas miçangas marrons de um dos lados do fio, então vai ficar verde-verde-marrom-marrom, em linha reta. Então a ponta do lado em que estão as verdes deve ser passada de novo por dentro das duas marrons, no sentido oposto, prendendo elas. A linha que vem de um lado da linha sai do outro e vice-versa. Espero que tenha dado pra entender. Vá fazendo isso em todas as fileiras, provavelmente nas com sete vai ficar um pouco mais complicado de segurar e passar as duas pontas da linha pelas sete miçangas, mas é só fazer com calma que dá certo. Faça essas primeiras fileiras que mostrei em cima até chegar no pescoço, e então vamos pra parte difícil: as pernas. 

3 - Aqui [se você estiver fazendo certo até agora], vai ter a cabeça com uma fileira menor no final e uma ponta da linha saindo pra cada lado. Em cada ponta, separadamente, você vai fazer o seguinte: coloque a sequência "oooeee" [lembre, o = verde, e = marrom]. A ponta da linha vai ficar depois das marrons, depois passe ela de volta por dentro das verdes, no sentido contrário, de forma que as marrons formem os três dedos da pata dele. Faça isso dos dois lados, a menos que queira um jacaré deficiente. 

4 - Mais camadas: agora o corpo:

eeee
oooo
eeeee
ooooo
eeeeee
oooooo
eeeeeee
ooooooo
eeeeee
ooooo
eeeee
ooooo
eeee
oooo

5 - Agora você faz de novo EXATAMENTE o mesmo que no passo 3, pra fazer as pernas/patas de trás. 

oooeee [vocês entenderam -ou não]


6 - E o resto do corpo:

eeee
ooo
eee
oo
ee
o
o
o
o
o
o
o
o


[sim, isso é o rabo, essa parte você pode fazer do tamanho que achar melhor]


7 - Dê um nó bem firme depois da última miçanga e prenda a corrente da argola de chaveiro nele

Se você tiver conseguido fazer tudo certo mesmo depois desse tutorial de baixo nível didático, vai ter conseguido algo mais ou menos assim:




Esse acima eu fiz o rabo de duas cores e as costas coloridas, mas o padrão de miçangas é o mesmo, só precisa mudar as cores. Acho que a foto ajuda bem a ver como são feitas as pernas, pra quem ficou com dúvida na explicação. 


Com o conhecimento adquirido na fabricação desse jacaré, você pode fazer também outros modelos na técnica francesa, como uma cobra [é só fazer o jacaré bem comprido e sem pernas, ooohh], um sapo [jacaré bem curto e sem rabo, oooohhh], ou outros animais variando padrões e cores à sua vontade. Vou postar algumas fotos dos meus pra inspirar [-q] vocês a fazerem outros modelos:


Gambá [eu usei arame fino por dentro pra deixar ele de pé, só com a linha de pesca ele ficaria espatifado igual o jacaré]


Golfinho


Tucano triste


Escorpião muito doido







Lembrando que a diferença entre a técnica francesa [essa ensinada aqui] e a técnica em raw, é que na francesa, as miçangas são dispostas em fileiras, alternando entre uma de cima e uma de baixo, que se organizaram automaticamente, ganhando forma enquanto você coloca as miçangas e passa a linha duas vezes por dentro de cada, uma ponta em cada direção, enquanto na técnica em raw, você só passa a linha pela última miçanga de cada camada, formando gomos ao invés de camadas [exemplo:



]

Esses três Snoops são feitos em raw, variando de tamanho de acordo com variações no tamanho das miçangas que eu usei. Esculturas em raw geralmente são mais bem formadas e praticamente impossíveis de serem feitas sem um modelo de referência do qual copiar, então estou ensinando só a técnica francesa aqui. Se quiserem aprender raw e mesmo modelos mais avançados na técnica francesa, tem centenas de livros e apostilas na internet explicando detalhadamente cada modelo. O único inconveniente é que praticamente todos estão em japonês e em coreano, então boa sorte pra entender alguma coisa.