sexta-feira, 27 de maio de 2011

Como preparar uma cobra para consumo

No caso, uma cascavel.

1.Remova a cabeça, a não ser que ela esteja sendo preparada para taxidermia. É sempre melhor trabalhar com uma cobra decapitada, porque até mesmo cobras "mortas" podem dar o bote, e as presas ainda são venenosas por um longo tempo. Ao remover a cabeça, todo o risco de veneno é removido.


  2.Lave o exterior da cobra com cuidado. Use água com sabão ou água pura. Só tome cuidado para remover todo o sabão da cobra.
Faça uma incisão no centro da barriga através da pele desde o pescoço onde ficava a cabeça até a base do chocalho. Na maioria das cobras, há uma pequena escama na barriga cobrindo a cloaca. Na imagem, é a última escama creme antes das escamas escuras da cauda. Simplesmente parta-a ao meio como o resto das escamas


3.Puxe a pele da carne manualmente, começando pela ponta onde ficava a cabeça, aplicando uma tensão uniforme para que a pele não rasgue. Separe a pele da membrana abaixo dela logo na altura da cabeça, pois você quer a pele limpa. O couro deve estar solto o bastante para sair facilmente da carcaça. Se a pele estiver meio presa, uma faca pode ser usada para soltar cuidadosamente os lugares mais difícies. Normalmente é possível remover a pele sem uma faca por toda a extensão da cobra, até a cloaca.


  4.Quando chegar na cloaca, normalmente é necessário soltá-la da pele cortando em volta da abertura com uma faca. Continue a cortar até a base do chocalho. As inserções dos músculos do chocalho geralmente tornam esta parte difícil, e uma faca deve ser usada se a pele estiver difícil de remover, pois ela é especialmente delicada neste lugar. 


  5.Depois da pele ser removida de tudo exceto o chocalho, corte a cauda o mais perto da base do chocalho possível. Se a pele for ser guardada com o chocalho, ajuda deixar a parte de pele presa ao chocalho a menor possível Remova as vísceras com as mãos, começando com a cabeça e fazendo um movimento de raspagem com a mão se algum órgão estiver difícil de remover. Tome cuidado na parte posterior do trato digestório da cobra, pois os excrementos podem cair sobre a carne.

6.Lave a cobra eviscerada e esfolada em água fria para remover o excesso de sangue e outras substâncias indesejadas. As membranas e gordura são difíceis de remover das costelas e da espinha, e podem ser cortadas agora. 

7.Corte a cobra em segmentos do modo mais conveniente para o método desejado . 



DICAS
•Quando for tratar uma cobra , é melhor esperar uma hora ou duas depois de matar a cobra, antes de começar a esfolar. É incrível o quanto uma cobra morta pode ter espasmos, e isto torna difícil fazer uma incisão reta. 

•Algumas pessoas preferem descansar os pedaços de cobra cortados em salmoura por um dia ou dois para remover traços de sangue e o gosto de caça da carne.

•As cobras podem ser congeladas, e a carne não é danificada, nem a cor da pele. 

•Quando for cortar a cobra em pedaços, faça os cortes entre e no mesmo ângulo que as costelas, para evitar seccioná-las. Se as costelas forem partidas, pode ser difícil de removê-las da carne depois de pronta.

•A cobra tem um gosto entre frango e peixe, e pode ser preparada para parecer com qualquer um dos dois.

•Se a cobra se picou ou foi picada por outra cobra venenosa, o cozimento normalmente remove todo o veneno. Se ver marcas de mordida, proceda com cuidado. 

•Não matem as cobras desnecessáriamente. Elas controlam várias pragas, entre elas ratos.


3 comentários: